Maio 1, 2021
12252 rezaram

Rezemos para que os responsáveis das finanças colaborem com os governos para regulamentar a esfera financeira e proteger os cidadãos dos seus perigos.

Oração

Senhor Jesus, Filho do Pai, que defendeste os pobres
submetidos às injustiças económicas do teu tempo,
apresentamos diante de Ti os nossos irmãos que sofrem
as consequências negativas de uma economia financeira
que alimenta a especulação sem trabalho e afoga a verdadeira
Economia, centrada nas pessoas que trabalham.
Esta injustiça que esmaga os mais frágeis deixa-nos indignados!
Que o teu Espírito abrande o coração dos responsáveis por esta situação,
de modo a usarem o poder para proteger e cuidar dos mais desfavorecidos.
E a nós, dá-nos um coração grande, capaz de partilhar
o fruto do nosso trabalho, aliviando o sofrimento.
Ámen.

Oração de oferecimento
Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão de compaixão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa e do meu Bispo para este mês.

Atitudes

Viver com uma feliz sobriedade:
“A acumulação constante de possibilidades para consumir distrai o coração e impede de dar o devido apreço a cada coisa e a cada momento” (Papa Francisco). Para e dá valor ao que tens. Francisco convida-nos a: “parar a saborear as pequenas coisas, agradecer as possibilidades que a vida oferece sem nos apegarmos ao que temos nem nos entristecermos por aquilo que não possuímos” (Laudato Si, 222).

Partilhar os bens:
“Não se criam, de forma suficientemente rápida, instituições económicas e programas sociais que permitam aos mais pobres terem regularmente acesso aos recursos básicos” (Papa Francisco, Laudato Si, 109). Procura alguma organização ou instituição de beneficência com a qual possas colaborar por meio de um donativo que ajude a sustentar as suas atividades.

Agir em favor do bem comum:
“Uma ecologia integral exige que se dedique algum tempo para recuperar a harmonia serena com a criação, refletir sobre o nosso estilo de vida e os nossos ideais» (Papa Francisco, Laudato Si, 225). Reflete e propõe formas de colaborar no cuidado da nossa casa comum. Informa-te sobre ações que possas realizar para cuidar do meio ambiente e trabalhar por uma ecologia integral.

Usar o dinheiro com discernimento:
“Dado que o mercado tende a criar um mecanismo consumista compulsivo para vender os seus produtos, as pessoas acabam por ser arrastadas pelo turbilhão das compras e gastos supérfluos” (Papa Francisco, Laudato Si, 203). Dedica algum tempo a pensar no modo como aplicas diariamente o teu dinheiro, em que coisas mais gastas e como poderias colaborar economicamente com os mais necessitados.

Abril 1, 2021
28503 rezaram

Rezemos por aqueles que arriscam a vida lutando pelos direitos fundamentais nas ditaduras, nos regimes autoritários e também nas democracias em crise.

Oração

Senhor Jesus Cristo, que estás perto dos que sofrem,
trazemos à tua presença o desejo de que todas as pessoas
sejam tratadas com dignidade e vejam respeitado o direito
a desenvolverem-se como dignos filhos e filhas de Deus Pai.
Infunde em nós, com o teu Espírito, a coragem e a audácia de defender
a Terra, o teto e o trabalho de todos.
Cuida de modo particular dos que arriscam a sua vida por esta causa;
desperta as nossas consciências adormecidas
e concede-nos a tua graça, para sentirmos a dor do outro como nossa
e transformarmos a realidade em promessa de vida.
Ámen.

Oração de oferecimento
Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão de compaixão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa e do meu Bispo para este mês.

Atitudes

Aceitemos o desafio de Francisco, expresso na sua intenção de oração, de contribuirmos, com coragem e determinação, desde a especificidade da nossa situação, para o respeito e a defesa dos direitos fundamentais de cada pessoa, especialmente das “invisíveis” (cfr. Francisco, 10.12.18).

  • Respeitar a dignidade humana:
    “A fé exorta-nos a comprometer-nos séria e ativamente a contrastar a indiferença face às violações da dignidade humana”. (Francisco, 12.08.20)
    Respeitar a dignidade das pessoas é agir com justiça, com uma grande transparência e promovendo o desenvolvimento profissional, familiar e social das pessoas. Tens presentes as mãos dedicadas a produzir o que compras? Compras produtos produzidos por trabalhadores cujos direitos e dignidade são respeitados?
  • Arriscar-se por outros:
    “É preciso ter coragem de arriscar um salto para a frente, um pulo audaz e temerário, para sonhar e realizar como Jesus o Reino de Deus, comprometendo-vos em prol de uma humanidade mais fraterna. Precisamos de fraternidade: arriscai, ide em frente!” (Francisco, 11.08.18). Denuncia as injustiças, quando as testemunhares, e defende quem é criticado, caluniado, posto de parte.
  • Sair de nós mesmos
    “O convite a sair de si mesmo por amor de Deus e do próximo aparece como oportunidade de partilha, serviço, intercessão” (Francisco, 31.05.20). Seguir Jesus implica viver como Ele: aprender a sair de nós mesmos, ir ao encontro dos irmãos mais afastados, mais esquecidos, que têm mais necessidade de consolação e ajuda, também à tua volta.
  • Aproximar-se das fronteiras existenciais
    “Abraçar as novas fronteiras da missão requer não só que vades em novos territórios para aí levardes o Evangelho, mas também que enfrenteis os novos desafios do nosso tempo, como as migrações, o secularismo e o mundo digital” (Francisco, 22.10.18). Fronteiras e periferias existenciais… Quem encontramos aí? Os que estão fora, não apenas geograficamente; são aqueles que excluímos da nossa existência. Reconcilia-te, aproxima-te de alguém de quem te tenhas afastado.
Março 1, 2021
31270 rezaram

Rezemos para que vivamos o sacramento da reconciliação com uma profundidade renovada, para saborear a infinita misericórdia de Deus.

Oração

Santa Mãe de Deus e nossa Mãe,
sobre nós permanecem pousados os teus olhos misericordiosos.
Tu és a primeira que abre a procissão
e nos acompanha no testemunho do amor.
És a Mãe da Misericórdia que nos reúne a todos
sob a proteção do teu manto.
Confiamo-nos à tua ajuda materna
e seguimos a indicação perene que nos dás
de olhar para Jesus, o rosto radiante da misericórdia de Deus.
Avé – Maria…
(adaptada da Carta Apostólica Misericordia et Misera, n. 22)

Oração de oferecimento
Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão de compaixão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa e do meu Bispo para este mês.

Atitudes

  • Reconhecer o imenso amor de Deus por mim, que “nunca se cansa de perdoar” (Papa Francisco).
  • Reconhecer as infidelidades a Deus, o exemplo que deveria dar como cristão, para com humildade, me dispor ao perdão e reconhecer a falta que tenho da ternura de Deus. “Nada que um pecador arrependido coloque diante da misericórdia de Deus pode ficar sem o abraço do seu perdão”. (Papa Francisco, Misericordia et misera, n.2).
  • Acolher e alegrar-se com o perdão, especialmente com a celebração do Sacramento da Reconciliação. “A Confissão é a passagem da miséria à misericórdia, é a escrita de Deus no coração”. (Papa Francisco, 29.03.19).
  • Criar em mim um hábito espiritual mais frequente de pedir perdão e perdoar, para ser mais imagem da Misericórdia de Deus Pai, em especial com as pessoas com quem estou mais ferido. “Somos chamados a viver de misericórdia, porque, primeiro, foi usada misericórdia para connosco”. (Papa Francisco, Misericordiae Vultus).
  • Misericordiar, segundo esta palavra do Papa Francisco, que cada atitude, palavra, gesto, seja de cura, ajuda, perdão e proximidade de quem peca e quem sofre. “O perdão é uma força que ressuscita para nova vida e infunde a coragem para olhar o futuro com esperança”. (Papa Francisco, Misericordiae Vultus)