Janeiro 1, 2020
32607 rezaram

Rezemos para que os cristãos, os que seguem outras religiões e as pessoas de boa vontade promovam a paz e a justiça no mundo.

Oração

Oração do mês:
Senhor Jesus Cristo
ao começar este ano,
e tendo presente a tua vinda ao meio de nós como o Príncipe da Paz,
damos graças pelo dom da tua presença
e pelo chamamento à fraternidade que nos trazes
ao nos chamares teus irmãos e filhos do mesmo Pai.
Neste mês, unidos ao Papa e à sua Rede Mundial de Oração,
Te pedimos que todos nós sintamos este apelo
à construção da paz e da justiça.
Que as diferenças religiosas, culturais, sociais
não sejam muros entre nós,
mas motivos para o mútuo enriquecimento
e a construção de um mundo melhor,
o reino dos Céus no meio de nós.

 

Oração de oferecimento

 

Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa para este mês.

Propostas para o mês:

  • Estar atento às iniciativas que são promovidas pela causa da paz ao longo deste mês, especialmente os encontros ecuménicos e inter-religiosos, divulgá-los nas próprias redes e contactos ou participar neles.
  • Fazer uma leitura orante da Mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial da Paz, assinalar os pontos mais apelativos e pô-los em prática, partindo da partilha e diálogo com Deus, em família, com o grupo ou comunidade onde se está inserido, etc.
  • Olhar à própria volta e decidir que relações ou situações necessitam de paz e de justiça e fazer algo concreto nesse sentido.
Dezembro 1, 2019
36233 rezaram

Rezemos para que cada país tome as medidas necessárias para fazer do futuro dos mais jovens uma prioridade, sobretudo daqueles que estão a sofrer.

Oração

Pai de Bondade,
o Natal do teu Filho Jesus abre ao mundo um tempo novo,
tempo de esperança e de paz.
Nós Te pedimos pelas crianças e adolescentes,
especialmente os que vivem desanimados nas suas dificuldades e sofrimentos,
que não encontram oportunidades para se desenvolver, entusiasmo no futuro,
nem o apoio que necessitam para terem uma vida digna.
Ajuda-nos a apostar no futuro,
abraçando com amor as crianças e os adolescentes de hoje,
para que possam transformar o mundo que criaste
num espaço de vida e fraternidade entre todos.
Pai-Nosso…

 

Oração de oferecimento

 

Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa para este mês.

Propostas para o mês

  • Promover, na própria comunidade, um tempo de reflexão sobre os desafios que hoje as crianças e adolescentes enfrentam diante do futuro, a nível social, económico, de educação, etc.
  • Promover, nos próprios ambientes, oportunidades de escuta de crianças e adolescentes, ouvindo os seus desejos, expectativas e necessidades perante a tomada de decisões que afetam as suas vidas.
  • Promover um tempo de oração, organizado com crianças e adolescentes, em que eles mesmos sejam protagonistas, e sensibilizem a comunidade para os apoiar nas sua promoção e desenvolvimento.
Novembro 1, 2019
38039 rezaram

Rezemos para que no Próximo Oriente, no qual diversas tradições religiosas partilham o mesmo espaço de vida, nasça um espírito de diálogo, de encontro e de reconciliação.

Oração

Senhor Jesus,
vieste até nós e escolheste uma terra concreta,
onde mostraste a todos quem és,
revelando o amor do Pai por todos os seus filhos.
Nós Te pedimos por todos os que
vivem o drama da guerra, da divisão e da perseguição
e são discriminados por causa da sua fé
na Terra Prometida e nos países onde os teus Apóstolos
anunciaram pela primeira vez o Evangelho.
Que o teu Espírito toque o coração
dos que são capazes de tomar as grandes decisões,
para que avancem pelo caminho do diálogo e da paz.
Pai-Nosso…

 

Oração de oferecimento

 

Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa para este mês.

Propostas para o mês

Se vives fora do Próximo Oriente

  • Informar-se sobre a situação política e social do Próximo Oriente, divulgando os esforços e iniciativas que se têm feito pela promoção da reconciliação e da paz.
  • Colaborar, na medida do possível, com instituições que apoiam vítimas da guerra e da perseguição ou discriminação religiosa nestes países.
  • Na própria comunidade, promover um momento de oração e informação sobre a riqueza espiritual das tradições religiosas do Próximo Oriente, de modo a crescer na consciência da fraternidade que nos une.

Se vives no Próximo Oriente

  • Procurar participar em iniciativas de diálogo e cooperação entre várias religiões e confissões cristãs, de modo a construir a paz.
  • Criar boa relação com pessoas de outras religiões, baseadas no respeito, perdão, acolhimento e partilha das riquezas espirituais e culturais das suas tradições.
  • Ajudar, na forma que é possível, as vítimas da violência, da guerra e da discriminação por causa da sua fé.