O mundo das finanças

Maio 7, 2021
Sem comentários

Durante a sua intervenção no evento Economy of Francesco do passado Novembro, Muhammad Yunus, prémio Nobel da Paz, ilustrou a situação dramática que vivemos com duas estatísticas impressionantes. Yunus aponta que 50% da população mundial vive em dificuldades e que 1% detém 99% da riqueza. Ao refletir e aprofundar o que significa na prática esta realidade, ou seja, o que significa para a vida concreta das pessoas, das famílias e da sociedade, com certeza nos sentiremos tentados a pensar que estamos perante uma dolorosa inevitabilidade.

Em contracorrente, o Santo Padre, na sua mensagem vídeo de conclusão do evento, interpela-nos a “iniciar processos – traçar caminhos, ampliar horizontes, criar pertenças…”. De facto, é urgente uma mudança profunda de atitude porque, continua o Santo Padre, “Não podeis ficar fora do lugar onde o presente e o futuro são gerados. Ou estais envolvidos ou a história passará por cima de vós”.

Estamos a tempo! Estamos a tempo de mudar o mundo das finanças e colocá-lo ao serviço de uma sociedade à qual todos pertencem e na qual todos têm lugar. Mas é preciso começar. É preciso traçar caminhos que, necessariamente, começam numa escolha e num compromisso individuais. Ampliar horizontes olhando à nossa volta e começando por quem está mais próximo. Criar pertenças para que, cada vez mais, vivamos em comunidade.

É um impulso de esperança e de compromisso o grande resultado do Economy of Francesco. Será a partir do empenho de cada um que poderá vir o esforço comum “para tecer um novo modo de fazer a história”.

Francisco Maia (Colaborador da Rede Mundial de Oração do Papa – Portugal)

VikiO mundo das finanças

Deixe uma resposta