Novembro 1, 2019
25236 rezaram

Rezemos para que no Próximo Oriente, no qual diversas tradições religiosas partilham o mesmo espaço de vida, nasça um espírito de diálogo, de encontro e de reconciliação.

Oração

Senhor Jesus,
vieste até nós e escolheste uma terra concreta,
onde mostraste a todos quem és,
revelando o amor do Pai por todos os seus filhos.
Nós Te pedimos por todos os que
vivem o drama da guerra, da divisão e da perseguição
e são discriminados por causa da sua fé
na Terra Prometida e nos países onde os teus Apóstolos
anunciaram pela primeira vez o Evangelho.
Que o teu Espírito toque o coração
dos que são capazes de tomar as grandes decisões,
para que avancem pelo caminho do diálogo e da paz.
Pai-Nosso…

 

Oração de oferecimento

 

Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa para este mês.

Propostas para o mês

Se vives fora do Próximo Oriente

  • Informar-se sobre a situação política e social do Próximo Oriente, divulgando os esforços e iniciativas que se têm feito pela promoção da reconciliação e da paz.
  • Colaborar, na medida do possível, com instituições que apoiam vítimas da guerra e da perseguição ou discriminação religiosa nestes países.
  • Na própria comunidade, promover um momento de oração e informação sobre a riqueza espiritual das tradições religiosas do Próximo Oriente, de modo a crescer na consciência da fraternidade que nos une.

Se vives no Próximo Oriente

  • Procurar participar em iniciativas de diálogo e cooperação entre várias religiões e confissões cristãs, de modo a construir a paz.
  • Criar boa relação com pessoas de outras religiões, baseadas no respeito, perdão, acolhimento e partilha das riquezas espirituais e culturais das suas tradições.
  • Ajudar, na forma que é possível, as vítimas da violência, da guerra e da discriminação por causa da sua fé.
adminnewNovembro 2019