Janeiro 1, 2021
32567 rezaram

Para que o Senhor nos dê a graça de viver em plena fraternidade com os irmãos e irmãs de outras religiões, rezando uns pelos outros, abertos a todos.

Oração

Deus, nosso Pai,
que amas cada um dos teus filhos
e sem cessar cuidas deles e procuras o seu bem,
ajuda-me a ser imagem e exemplo deste teu amor.
Que em cada pessoa eu encontre um irmão
e possa amá-lo com verdade,
acolhê-lo na sua diferença,
respeitá-lo na sua dignidade,
independentemente da sua origem e da sua fé.
Rezo para que, no coração de todos os teus filhos,
nasça e cresça a semente da fraternidade,
para juntos construirmos o teu Reino nesta terra.
Pai-Nosso…

Oração de oferecimento
Pai de bondade, eu sei que estás comigo.
Aqui estou neste dia.
Coloca mais uma vez o meu coração
junto ao Coração do teu Filho Jesus,
que se entrega por mim e que vem a mim na Eucaristia.
Que o teu Espírito Santo
me faça seu amigo e apóstolo, disponível para a sua missão de compaixão.
Coloco nas tuas mãos
as minhas alegrias e esperanças,
os meus trabalhos e sofrimentos,
tudo o que sou e tenho,
em comunhão com meus irmãos e irmãs desta rede mundial de oração.
Com Maria, ofereço-Te o meu dia
pela missão da Igreja
e pelas intenções de oração do Papa e do meu Bispo para este mês.

Atitudes

  • Acolher, junto com o Papa Francisco o apelo à fraternidade: “Para se caminhar rumo à amizade social e à fraternidade universal, há que fazer um reconhecimento basilar e essencial: dar-se conta de quanto vale um ser humano, de quanto vale uma pessoa, sempre e em qualquer circunstância”. (Fratelli Tutti, 106).
  • Construir pontes no seio da família, nos próprios ambientes, promovendo sempre os motivos de união e lutando contra a divisão. “Cada um de nós é chamado a ser um artífice da paz, unindo e não dividindo, extinguindo o ódio em vez de o conservar, abrindo caminhos de diálogo em vez de erguer novos muros” (Fratelli Tutti, 284).
  • Acolher a diversidade, dar graças pelas pessoas diferentes de mim, que pertencem a outras religiões, olhá-las como irmãos e irmãs, ser generoso em gestos e atitudes de simpatia e acolhimento. “Como precisa a nossa família humana de aprender a viver conjuntamente em harmonia e paz, sem necessidade de sermos todos iguais!” (Fratelli Tutti, 100).
  • Rezar pela fraternidade humana, pelos que sofrem por serem anulados na sua dignidade, para que sejam olhados como irmãos e não como ameaças. “Disse-nos Jesus: «Vós sois todos irmãos»” (Mt 23, 8).
  • Cultivar a abertura, promovendo momentos de encontro e convívio com grupos religiosos diferentes do meu, fisicamente ou através dos meios digitais. “Os crentes precisam de encontrar espaços para dialogar e atuar juntos pelo bem comum e a promoção dos mais pobres” (Fratelli Tutti 282).
VikiJaneiro 2021